Oficineiros

Guilherme de Castro Duarte Martins

Oficina:

Formado com especialização em Som pelo Curso Superior do Audiovisual na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Roteirista e diretor do curta-metragem “Sobre a Maré”. Diretor da animação “Dona Ferrugem e a Bailarina”, e do documentário “Canoa Quebrada”. Montagem do documentário “Bailão” de Marcelo Caetano, Prêmio de Melhor Montagem no festival de Brasília. Atuou nas áreas de som direto e edição de som em várias obras, entre elas, o documentário “O Chapéu do meu avô” e “A Estória da Figueira”, de Julia Zakia, e “Chorume”, de Hélio Villela Nunes. Foi técnico de som direto nos longas-metragens “Otávio e as Letras”, de Marcelo Masagão, e “O Aborto dos Outros”, de Carla Galo. Editor de som do longa-metragem “O milagre de Santa Luzia”, de Sérgio Rosemblitz, e do curta-metragem “Espalhadas pelo Ar”, de Vera Egito. Vencedor do prêmio de melhor trilha sonora no festival de Brasília 2008. Ministra aulas e workshops de som direto e edição de som na Academia Internacional de Cinema (AIC) em São Paulo.

.

A couple of times notes have been made of http://essayclick.net positioned counting at small ponds, which.